Como fazer um estudo aprofundado da doutrina espírita

== publicidade ==

Dicas, sugestões e a importância de fazer um  estudo aprofundado da doutrina espírita para compreender um pouco mais sobre os ensinamentos divinos e a necessidade de obtê-los.

Antes da existência de uma bibliografia apropriada os estudos sobre o espiritismo eram todos focas em experimentações. Foram tais experimentos que chamaram a atenção de Allan Kardec (o autor dos livros mais importantes sobre a doutrina) e de muitos outros escritores e estudiosos. Hoje há uma vasta quantidade de conhecimento disponível para um estudo aprofundado da doutrina espírita e há boas dicas por onde começar.

 Por que estudar a doutrina espírita?

O espiritismo é uma realidade revelada há pouco mais de dois séculos. Mas muito mais antiga que isso. Enquanto somos espíritos ocupando um corpo material desde nossa criação pelo pai, Deus, sempre houve e haverá espíritos entre nós. Apenas foi necessário uma compreensão um pouco maior do universo para a verdade ser revelada.

Mas ao longo dos anos a doutrina espírita enfrenta alguns problemas. Um deles é revelar-se diante de um mundo onde verdades absolutas já estão instauradas e disseminadas completamente contrárias ao conhecimento da doutrina. Quando não havia outras religiões é comum pensar-se de uma forma única, como a presença de um Deus punitivo e céu e inferno. Ampliar os conhecimentos é necessário e daí vem a necessidade de um estudo aprofundado da doutrina espírita.

Para compreender o espiritismo não adianta guiar-se por notícias da mídia ou comentários de amigos. Mesmo quem teve experiências mediúnicas precisa compreender um pouco mais sobre sua visão, qual o motivo de tal acontecimento e como interpretá-la. Um dos maiores problemas enfrentados pela doutrina é diferenciar o que seria charlatanismo (falsos relatos de visões espirituais) de um contato com espíritos desencarnados em busca de atenção ou enviar mensagens de fato. Apenas quem entende a doutrina compreende de fato.

As informações lançadas pela mídia sobre a doutrina fundada por Allan Kardec também são deturpadas em muitos pontos. Poucos jornalistas se voltam para um estudo aprofundado da doutrina espírita com afinco no estudo no tema. Na maior parte das vezes usam de jargões populares, senso comum sobre a visão de espíritos como aparições, milagres e em alguns casos assombrações. Conhecer a verdade de fontes seguras em toda religião é um grande passo rumo ao aprendizado e melhoria moral e ética.

Uma visita ao centro espírita é o primeiro passo

Antes de se voltar ao estudo aprofundado da doutrina espírita é importante partir para o básico. Quem é principiante pode adquirir uma boa base em reuniões públicas no centro espírita ou federal. As casas possuem palestrantes devidamente capacitados para tratar de temas específicos com base em estudos teóricos e conseguem destrinchar o conteúdo de forma mais amena.

Uma visita ao centro espírita é o primeiro passo

As reuniões públicas logicamente são um primeiro passo para os estudos. Em 40 minutos ou 1 hora de palestra não é possível conhecer tudo sobre um tema específico. Mas é um passo importante rumo à busca de conhecimento. Os palestrantes podem tirar dúvida e no próprio ambiente surgem questionamentos interessantes para destrinchar alguns temas importantes.

Na casa espírita os temas das palestras costumam ser informados antecipadamente em quadros de avisos. Os trabalhos são organizados com dia de doutrinação, passes, dentre outras atividades e isso ajuda o participante a se programar melhor. Caso ele queira muito aprender sobre uma temática em específico pode sugerir ao dirigente da casa ou observar se está no calendário de palestras.

Ler o pentateuco é uma forma de partir para a doutrina afundo

A principal bibliografia lançada por Allan Kardec por volta de 1860 ainda é a mais importante do espiritismo. São os primeiros livros sobre a doutrina, sendo O Livro dos Espíritos a primeira obra lançada e revolucionária para a sua época e até hoje.

Mas sendo o primeiro livro alguns poderiam esperar atualizações e uma abordagem mais profunda ao longo dos últimos anos, o que não pode acontecer porque o autor já desencarnou. Não é necessário. Todas as obras lançadas por Allan Kardec fazem partem de uma cooperação entre irmãos desencarnados evoluídos (espíritos de luz) e o pedagogo francês em sua ávida vontade de aprender mais sobre a doutrina e o mundo dos desencarnados. Nenhuma verdade revelada nas obras não teve autorização da equipe espiritual guia de Kardec.

Os cinco livros lançados por Kardec cobre todo o conhecimento base para um estudo aprofundado da doutrina espírita. O principal deles é o O Livro dos Espíritos, uma série de perguntas e respostas abordando questões básicas e mais profundas sobre humanidade, família, erros e acertos e outros. Praticamente todos os temas referentes à doutrina são estudados na obra.

A Gêneses é também muito importante porque fala da criação do mundo e do princípio. Temos como teorias científicas a criacionista (com um Deus criando o mundo em sete dias) e a evolucionistas (viemos de bactérias e com a evolução das espécies). A obra aborda de uma forma muito simples de compreender que não é necessário ser extremista ou radical para entrar um pouco mais nos conhecimentos básicos do espiritismo.

Ler o pentateuco é uma forma de partir para a doutrina afundo

Há ainda o Evangelho Segundo o Espiritismo com análise dos ensinamentos deixados por Jesus e explicações dos espíritos. Muitas parábolas bíblicas são mal interpretadas por líderes religiosos e acabam fazendo fiés muitas vezes pagar quantias exorbitantes em busca da salvação. As passagens de Jesus com seus seguidores são explicadas com atenção e cautela.

Já o livro O Que É o Espiritismo é o básico para todos compreenderem sobre a doutrina. Quem nunca teve contato com nenhum outro livro ou palestra pode começar por ele. É básico, com leitura simples e breve.

O Céu e o Inferno, também de autoria de Allan Kardec, explica os conceitos básicos sobre a vida após a morte e o que acontece quando o espírito abandona o corpo material. Este é um estudo aprofundado da doutrina espírita básico para quem quer entender sobre o conceito de céu, uma visão muito difundida entre as outras religiões.

O Livro dos Médiuns esclarece os conhecimentos sobre a mediunidade. Muitos acreditam ter ou não sabem interpretar visões, gerando dúvidas. Também é uma obra interessante para quem está focado em trabalhar na casa espírita em reuniões mediúnicas. O estudo aprofundado da doutrina espírita sobre a mediunidade é indicada para todos os trabalhadores da área.

Literatura lúdica ajuda a desenvolver conhecimento

Nem todos os livros usados para estudo aprofundado da doutrina espírita devem ser em formato universitário. Algumas obras são muito mais didáticas como introdução em formato romance. Um dos exemplos mais clássicos é o livro Violetas na Janela do espírito Patrícia. A autora espiritual narra a sua experiência de desencarne precoce, deixando os vícios do corpo físico em uma colônia.

== publicidade ==

Os romances espíritas possuem como finalidade principal narra um fato acontecido com um irmão desencarnado. Em sua maioria são reais, como Há dois mil anos de Emmanuel psicografado para Francisco Cândido Xavier. Trata especificamente de uma das reencarnações do seu mentor espiritual mostrando seu aprendizado e melhoria da moral de uma vivência em específico.

Literatura lúdica ajuda a desenvolver conhecimento

A grande vantagem de fazer uso dos romances espíritas como material introdutório ao estudo aprofundado da doutrina espírita é a narrativa leve e comparações com experiências práticas. Cada novo termo é lançado na obra com a informação de um acontecimento, ajudando a fixar melhor o conteúdo. É uma das formas de ajudar o leigo a entrar na doutrina e ao experiente tirar algumas dúvidas.

Em livrarias espíritas somam-se mais de dois mil títulos de romances entre clássicos e lançados anteriormente. Alguns são bem populares como Nosso Lar, Justiça Além da Vida, dentre outros. Vale a pena pesquisar alguns se não para estudo apenas para conhecer a experiencia passada de alguns mentores espirituais e aprender com seus erros.

Livros específicos ajudam a ampliar ainda mais o conhecimento

Quem já possui conhecimento na doutrina e quer apenas garimpar mais informações há como fonte de estudo as obras direcionadas. A coleção Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita, de Marta Rocha, é uma boa sugestão. Cada livro trata de uma temática em específico para quem quer dar palestras ou compreender as nuances da doutrina mais afundo.

Livros específicos ajudam a ampliar ainda mais o conhecimento

Existem muitos outros livros no mercado voltados para aprofundamento de temas. Isso não quer dizer que o Livro dos Espíritos e as demais obras do pentateuco lançado por Allan Kardec seja insuficientes. Apenas alguns autores uniram mais conhecimentos de estudos lançados posteriormente e criaram obras muito mais profundas. É bem diferente uma página de 200 ou mais abordando o mesmo assunto.

Em um livro direcionado o leitor consegue com o estudo aprofundado da doutrina espírita sair muito mais completo em seu conhecimento. As obras abordam em alguns momentos nuances não vistas em outros livros ou curiosidades mais profundas do membro da casa espírita. E quando há dúvida a melhor indicação é buscar sempre uma fonte de conhecimento.

Palestrantes devem sempre focar no estudo aprofundado da doutrina espírita

Há quem acredite ter o dom da palavra para transmitir conhecimento. Mas você concorda que para transmitir alguma coisa é preciso saber algo? Ao palestrante é de extrema importância o  estudo aprofundado da doutrina espírita.

Alguns palestrantes possuem o bom hábito de consultar o pentateuco lançado por Allan Kardec toda semana. Outros buscam obras direcionadas, mas nunca deixam de atualizar seu conhecimento ou subir no púlpito sem dúvidas. Isso é muito importante.

Palestrantes devem sempre focar no estudo aprofundado da doutrina espírita

Em uma sala de reuniões na casa espírita temos todos os tipos de públicos. Alguns já conhecem a doutrina afundo enquanto outros são iniciantes. Qualquer informação transmitida como meia verdade ou parcialmente falsa pode causar danos severos na disseminação do conhecimento. No geral são selecionados os que mais entendem de um tema para o apresentar ao público.

Trabalhadores da casa devem fazer estudo aprofundado da doutrina espírita

Trabalhar em uma casa espírita significa dedicar seu tempo a um dos princípios básicos do espiritismo: “amar ao próximo como a ti mesmo”. A caridade é a base da doutrina. Leigo ou não em conhecimentos religiosos, o próximo merece compaixão, ajuda e perdão. Mas para fazer isso de forma correta é importante focar no  estudo aprofundado da doutrina espírita.

Conhecer a doutrina afundo torna muito mais fácil a dedicação ao outro sem sentir-se carregando um peso nas costas. Muitos dão esmola acreditando estar caminhando para a salvação, mas ajudar ao próximo vai muito além disso. É preciso acreditar em sua ação, querer fazer o bem e pensar e não apenas praticar uma atitude positiva.

A melhoria moral é o princípio básico para se tornar um espírito evoluído e consequentemente deixar de se submeter a provas e espiações. É algo interno e não com base em relatórios, o que muitos não compreendem. Dar esmola e ajudar na Campanha do Quilo todos os domingos. Mas manter atitudes negativas são considerados comportamentos contrários e não ajudam na evolução moral.

Trabalhadores da casa devem fazer estudo aprofundado da doutrina espírita

É preciso crer na doutrina. Mas também a seguir de coração. Ao contrário do pregado por muitos líderes religiosos, não é pagando o dízimo a única forma de conseguir ser salvo. Deve-se modificar a conduta moral e acreditar de fato em suas atitudes. Fazê-las de coração puro ou sem pensar em receber nada em troca é básico.

Fazendo o estudo aprofundado da doutrina espírita o membro da casa espírita entende muitas das razões de certas posturas dentro da doutrina. Compreende o sentido do auxílio a um irmão necessitado nas ruas; a necessidade de cada um de estar na posição ocupada e sobre como seria seu “castigo”. Não cabe a nós punir alguém de má conduta moral e sim ele mesmo buscar a sua melhoria. Entendo as nuances de tudo isso é muito mais simples seguir e ajudar sem se sentir culpado.

Os trabalhadores de uma casa espírita devem servir à doutrina de forma digna e pura. É primordial a todos conhecerem o seu trabalho afundo. Assim como as consequências de suas ações e de fato querer ajudar na melhoria do outro. Apenas o  estudo aprofundado da doutrina espírita ajudará na compreensão. Esse estudo pode ser em grupos, palestras, lendo obras ou romances. A busca do conhecimento é importância e crucial para um trabalhador espírita.

Para conhecer mais sobre a doutrina espírita, acesse nosso site.

Referências:

  • Livro dos Médiuns
  • Evangelho Segundo o Espiritismo

0 votes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Reforma Íntima DEFINITIVO