Espiritismo para Iniciantes: Conceitos Básicos

//Espiritismo para Iniciantes: Conceitos Básicos

O espiritismo para iniciantes, para quem nunca leu nada sobre a doutrina, pode parecer apenas uma religião de pessoas que falam com mortos. Muitas delas acreditam no contato entre vivos e entes queridos falecidos. Mas de uma forma bem menos sistematizada e organizada que o espiritismo. Na verdade o espiritismo não acredita em morte. Apenas abandono do corpo material. O iniciante deve saber diferenciar muitos conceitos, o que pode ajudá-lo a gostar ainda mais da doutrina.

O espiritismo é uma doutrina conhecida em todo o mundo. Acredita na reencarnação e no mundo material como o conhecemos como um plano de passagem, não a única maneira de viver.

Saber Mais

Espiritismo para Iniciantes: O que é o espiritismo?

O espiritismo é uma doutrina, uma religião e uma filosofia surgida no século 19. Nela há a crença do espírito como uma criação divina para a eternidade, sendo independente da vida na Terra. Deus  criou cada espírito simples e ignorante para cumprir o seu dever de encarnar e então seguir o seu processo de evolução para uma vida plena entre os seres de luz evoluídos no mundo espiritual.

Agora o mais importante:

Ser uma pessoa melhor é difícil? Os espíritos disseram a Kardec que não é, então o que falta? O que faltava era o método. Aprenda o método da Senda Espírita do Homem de Bem.


Para o espírita a vida não existe apenas com este corpo material o qual ocupamos. O corpo de carne e osso o qual conhecemos, com mãos, pele e cabelos, é apenas um estado transitório, uma embalagem o qual o espírito ocupa para dar continuidade a seu processo de evolução. Ele pode ocupar diversos corpos em muitas vidas. A isso se chama reencarnação.

No espiritismo para iniciantes é preciso entender que o espírito é feito de energias de matéria desconhecida para os homens e sua mentalidade ainda limitada. Existe muito ainda a se aprender sobre o universo que as limitações da mente humana e seu estado evolutivo não permitem. A humanidade está evoluindo a passos largos, mas ainda não dominamos todo o conhecimento existente.

O básico a entender no espiritismo para iniciantes é: temos uma religião, doutrina e filosofia de vida para compreender melhor o mundo que nos cerca e como devemos nos portar diante dele.

Quem criou o espiritismo?

É comum no espiritismo para iniciantes a confusão do papel de Allan Kardec para o espiritismo. A religião a qual conhecemos como espiritismo foi criada pelo plano espiritual, por Deus, mas teve como seu propagador e fundador o pedagogo francês Allan Kardec.

O pedagogo francês foi o primeiro a se interessar pelo fenômeno das mesas giratórias que assombravam a Europa no século 19. Após ouvir a narração de um amigo do que acontecia em uma casa espírita, Kardec acreditou estar diante de um fenômeno paranormal motivado por energia eletromagnética e não por uma farsa. Mas após participar de algumas reuniões compreender ter ali muito mais que apenas algumas mesas com movimento ou um truque barato de magia.

espiritismo para iniciantes

Retrato de Allan Kardec

Durante alguns meses o escritor e grande pesquisador de sua época (com estudos renomados sobre educação pública na França divulgados) participou de reuniões mediúnicas. Com intermédio de médiuns adolescentes (idades de 14 e 16 anos) compreendeu a verdade por trás das respostas dos espíritos. As crianças responsáveis pela comunicação dos irmãos desencarnados não teriam maturidade ou discernimento para um diálogo tão complexo como aquele.

Por algum tempo Kardec fez ele mesmo parte dos estudos de espiritismo para iniciantes porque não compreendia a verdade. As respostas dos espíritos foram organizadas e se tornaram O Livro dos Espíritos, publicado em sua primeira edição em 1857 na França. Separada por tema, a obra aborda todos os conceitos básicos de espiritismo para iniciantes que precisamos saber para entender a doutrina.

Allan Kardec não é um Deus espírita

Deixando ainda mais claro, Allan Kardec não é um Deus para o espiritismo. Também não é um santo e nem ao menos era médium. Foi apenas um cientista estudioso e responsável por aprofundar os estudos sobre o tema, dar atenção e ouvir com carinho a resposta dos espíritos sobre as diversas verdades a serem reveladas sobre o mundo espiritual e publicar cinco grandes obras sobre a doutrina.

Uma das melhores maneiras de aprofundar os conhecimentos sobre o espiritismo para iniciantes é lendo os cinco livros publicados no século 19 por Allan Kardec. São eles:

  • O Livro dos Espíritos
  • O Livro dos Médiuns
  • A Gênesis
  • O Evangelho Segundo o Espiritismo
  • O Céu e o Inferno

São publicações variando entre 1857 e 1859, mas extremamente atuais e não modificadas em seu texto original. São livro base de estudo para o espírita entender mais sobre a doutrina e tirar suas dúvidas.

Kardec enquanto estava no mundo dos encarnados não realizou milagres ou chamou a atenção para seus feitos mediúnicos. Ele não tinha a faculdade de se comunicar com os espíritos diretamente, por isso consultava médiuns. Também não fez um grande alarde ou ficou rico com suas publicações. Apenas deixou um grande legado para a posteridade.

Sofremos porque precisamos sofrer

É comum questionar a vida carnal de algumas pessoas quando não se tem o conhecimento do  espiritismo para iniciantes. Encontrar com enfermos condenados a meses ou anos de dor e sofrimento em cima de uma cama faz algumas pessoas questionarem qual a serventia de tais quadros ou vivências.

Para o espiritismo a encarnação (o espírito ocupando um corpo material) serve para a evolução pessoal de cada um. Ele deve passar por certas evoluções e exercer o seu livre arbítrio em busca de paz interior, harmonia com os irmãos e seu aprendizado moral em busca da vida plena no plano espiritual. Algumas situações as quais deve enfrentar enquanto ocupando um corpo servem para o seu processo evolutivo.

No mundo dos encarnados o espírito deve passar por duas situações: expiação e provação. No processo de expiação, segundo o espírito Emmanuel em suas obras, seria uma “pena imposta ao mal feitor.” O espírito em comum acordo com a equipe espiritual concorda em passar por uma situação difícil em uma próxima vida para se redimir de seus pecados.

O período de provas seria quando o espírito é colocado em algumas situações para exercer o seu livre arbítrio. Uma boa escolha o leva para um patamar superior, enquanto uma má pede uma redenção. E são nossas escolhas as responsáveis por nos levar adiante na cadeira evolutiva para o plano espiritual.

Se pudermos definir reencarnação em uma única palavra seria “privilégio”. É permitido por Deus o espírito voltar a ter um corpo e se redimir dos seus erros. Em outras religiões o mundo é bem determinado: morremos e vamos para o céu ou para o inferno. No espiritismo pode-se retornar ao plano carnal quantas vezes for necessário. Isso é muito importante de ser compreendido e ficar claro no espiritismo para iniciantes.

A Terra não é o único mundo existente

Do sistema solar o qual conhecemos hoje apenas o paneta Terra seria o habitado. Isso segundo a ciência humana, responsável por muitas mudanças e melhoria de vida mas não a única realidade. O espiritismo para iniciantes prova ao longo de suas obras uma vida muito além do plano material. Existem outros mundos tanto para viver como espírito como em reencarnação.

O espírito pode reencarnar na Terra ou em outro planeta. Pode viver apenas como espírito sem corpo em uma colônia auxiliando em outros serviços no plano espirital ou pode voltar para dar continuidade a seu processo evolutivo. Há muitas possibilidades. A reencarnação é apenas uma das formas de viver.

espiritismo para iniciantes

A Terra não é um dos planetas mais evoluídos. Os espíritos que por aqui permeiam estão em diferentes graus de evolução e notamos isso quando encontramos alguns personagens históricos como irmã Dulce, Madre Tereza, Dalai Lama, o Papa Francisco, dentre outras. Existem outras possibilidades aguardando o espírito em seu desencarne.

O mais importante para quem está buscando conhecimento do espiritismo para iniciantes é que a vida não acaba quando o corpo padece. O velório, enterro e as lágrimas são apenas transitórias porque a vida continua.

Os espíritas não falam com os mortos sempre

O conceito de vivo ou morto não é espírita, mas de religiões antigas da humanidade. O cristianismo possui mais de um milênio, por exemplo, enquanto o espiritismo ainda não completou dois séculos. Mas é muito comum em quem não entende nada de espiritismo para iniciantes acreditar no privilégio de que só os espíritas conversam com entes queridos falecidos.

espiritismo para iniciantes

Essa comunicação pode acontecer, mas não é regra. Os espíritos abandonam o corpo material e partem para a sua trajetória na eternidade em diversos locais. Em algumas situações eles procuram reuniões mediúnicas, muitas vezes por privilégio dos encarnados e diminuir seu sofrimento. Enquanto espíritos os irmãos desencarnados não necessita de mais nada do plano carnal.

Muitos irmãos de fé espírita já falecidos procuram seus irmãos encarnados para mensagem ou acalmar a sua alma, mesmo em quem não entende nada de espiritismo para iniciantes. Mas nem tudo pode ser revelado do plano espiritual ou influenciaria na evolução dos irmãos ainda com um corpo.

O espírita é um cristão?

Esta é uma grande dúvida para quem procura conhecimentos de espiritismo para iniciantes. Jesus Cristo, o filho de Deus enviado para a terra, seria um grande santo e realizando diversos milagres. De forma prática e de acordo com o conceito de cristianismo, o espiritismo não é uma religião cristã.

O cristianismo acredita em Deus como três divindades: pai, filho e espírito santo. Já o espiritismo crê em um Deus único, o grande criador e o qual não foi criado por outro ser. Ele é único (O Livro dos Espíritos, perguntas de 01 a 03). Jesus Cristo é o filho de Deus, o médium mais evoluído que passou pela Terra, mas nosso irmão como todos os outros espíritos criados pela divindade maior.

espiritismo para iniciantes

Ao contrário do cristianismo, os espíritas não acreditam na Bíblia como escritura sagrada. É um livro com seu valor histórico mas não a ponto de ser considerado sagrado. Foi escrito por homens de boa fé, seguidores de Jesus, e seu valor histórico nunca será contestado. Mas não como um livro sagrado.

Sendo espiritismo para iniciante ou para quem já conhece a doutrina é necessário esclarecer outros conceitos diferenciais entre cristianismo e espiritismo. Jesus Cristo para muitas religiões cristãs é o único capaz de salvar alguém, quando no espiritismo acredita-se no conceito de cada um ser responsável por sua salvação de acordo com sua conduta moral.

Por que muitas religiões condenam o espiritismo?

Em meados do século 19 O Livro dos Espíritos teve a sua primeira edição. Quase automaticamente ele foi listado como leitura proibida por diversos líderes religiosos. Isso com muito mais ênfase pela Igreja Católica Apostólica Romana. Um dos motivos é o tipo de crença propagado pela doutrina, a qual vai de encontro em muitos dos preceitos de outras religiões.

espiritismo para iniciantes

Os evangélicos e católicos são o maior exemplo de condenadores do espiritismo mesmo sem saber nada sobre o espiritismo para iniciantes ou terem lido a obra. O principal motivo é serem contra o conceito de reencarnação. E se seus fiéis acreditassem nisso também, deixariam de ir para a Igreja. Tais religiões acreditam em uma vida plena em dois mundos após a morte: céu e inferno. Os bons vão para o céu ao lado de Deus e os maus para o inferno queimar em chamas na vida eterna. No espiritismo temos o conceito de uma vida espiritual e avanço constante do saber, sempre um degrau à frente na escola evolutiva rumo à perfeição.

Conceitos

O espiritismo não acredita em condenação eterna, uma vez que reencarnamos diversas vezes para nos livrarmos dos vícios e favorecermos nossas virtudes para tornarmo-nos almas bondosas e caridosas. O mais semelhante ao inferno, seria o umbral.

Muitos dos conceitos as bases filosóficas do espiritismo vão de encontro a outras religiões e por isso a condenação. O pagamento do dízimo em 10% do salário é uma das obrigações as quais não existem no espiritismo. Tão pouco a obrigação de guardar um dia santo. Nenhum espírita é obrigado a se resguardar em casa e não trabalhar aos sábados como os adventistas.

espiritismo para iniciantes

Não é incomum encontrar pastores propagando a falácia de condenar o espiritismo como “algo do demônio”. E indicar a não leitura da bibliografia espírita. Muitos não conseguem ler obras de espiritismo para iniciantes porque acreditam fazer um mal tremendo.

Muitas vezes é a falta de conhecimento que leva a essa condenação. O desconhecimento é o grande responsável à condenação de espiritismo.

Para conhecer mais sobre a doutrina, clique aqui.

shadow-ornament



Entrar Para O Grupo De Membros

 seta-direitaQuero Testar! Ouça Agora e Assine! - Novos artigos e lições transformadoras!!

trofeuSou Leonardo, idealizador do Blog Canoro e quero reiterar meu convite.
Além dos artigos do blog, que são baseados nas dúvidas da nossa comunidade, temos artigos espíritas em áudio também, trechos dos livros de Allan Kardec.

  • Toda segunda-feira um resumos dos novos artigos do Portal Espírita Canoro.
  • Lições exclusivas de livros de Allan Kardec em áudio.

Conhecimento, Evolução, Aprendizado

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

arrow
shadow-ornament


Referências:

  • Livro dos Espíritos
  • Revista Espírita
1 vote
2017-04-26T18:30:35+00:00

New Courses

Informações para Contato

Rua Joaquim Batista Junior, 179 / 201, Názia, Vespasiano - MG

Mobile: +55.31.99696-4049

Web: Canoro Audiobook

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Reforma Íntima DEFINITIVO