O espiritismo Allan Kardec

Tempo de leitura: 12 minutos

Allan Kardec foi um dos primeiros a se voltar para o estudo da presença da espiritualidade entre nós. É não apenas um dos autores mais importantes do espiritismo como o precursor de uma das maiores religiões do mundo.  O espiritismo Allan Kardec é de extremamente importante para entender um pouco mais sobre esta religião.

O espiritismo é considerado uma religião moderna pelo seu surgimento ainda recente em comparação a outras filosofias religiosas. Apesar dos espíritos desencarnados viverem entre nós desde que o mundo existe como o conhecemos, as provas para concretizar a vida após a morte são recentes. Muitas dessas comprovações e a mais importante literatura espírita devemos a Allan Kardec.

Saber Mais

Quem foi Allan Kardec?

Muitos seguidores do espiritismo Allan Kardec atribuem a ele o surgimento da religião e o consideram o pai desta filosofia de pensamento. Ele pode não ter sido o criador da religião, mas foi um personagem extremamente importante para a disseminação do conhecimento Espírita ao redor do mundo.

espiritismo Allan Kardec

Allan Kardec foi um grande estudioso francês durante seu período como profissional em atuação. Seu nome de batismo é Hippolyte Léon Denizard Rivail.  Nascido em 1804, ele traz no currículo ter sido um educador, pesquisador, escritor e também filósofo. Naquela época era muito comum as pessoas serem dedicadas a diversas áreas de estudo de seu interesse. Assim se tornarem cientistas em muitas especialidades.

O francês foi um dos primeiros a tentar se aprofundar nos estudos paranormais. Chamavam a sua atenção alguns fenômenos que aconteciam entre reuniões de pessoas interessadas em conversar com os mortos. Sua dedicação em saber se os relatos eram verdadeiros ou não passavam de truques baratos de mágica gerou os princípios do estudo do Espiritismo que conhecemos hoje.

O espiritismo Allan Kardec: seus primeiros estudos

A curiosidade e seu lado científico foram os principais motivadores para o interesse de Kardec  por fenômenos sobrenaturais. Nascido em berço católico, sua formação acadêmica lhe direito a atuar na reforma educacional da França. Mas na idade adulta se sentiu motivado a compreender um pouco mais sobre o universo além dos livros e do desconhecido a olho nu.

Por volta da década de 40 do século 19 surgiram alguns fenômenos que chamaram muita atenção na França e outros países da Europa. Eram conhecidos como mesas giratórias. Durante algumas reuniões entre pessoas que acreditavam falar com os mortos, mesas pesadas de madeira faziam movimentos sem interferência da força humana. O ‘boca a boca’ dessas situações foi associado à magia e paranormalidade.

Em primeiro momento Allan Kardec acreditou está diante de um fenômeno de magnetismo animal. O movimento gerado nas mesas poderia ser fruto de energia do corpo humano,  fenômeno o qual já havia estudado antes e até publicado alguns ensaios. Com a proximidade em alguma dessas reuniões chegou à conclusão que havia algo mais causando o que foi conhecido como mesas giratórias em toda a Europa.

No ano de 1855 o espiritismo Allan Kardec começava a surgir. O estudioso voltou as suas anotações e observações para os fenômenos mediúnicos e começou a frequentar as reuniões em busca de respostas. Foi quando tomou conhecimento da psicografia e se interessou ainda mais pelo que acontecia com essa comunicação entre vivos e mortos.

A primeira obra do espiritismo Allan Kardec

Um dos primeiros contatos de Allan Kardec com espíritos desencarnados aconteceu em uma reunião mediúnica no ano de 1855. Auto-nomeado como ‘espírito amigo’, o irmão desencarnado começou uma conversa com Hippolyte Léon Contando que já o conhecia desde o tempo das Gálias com outro nome, Allan Kardec. A partir de então  o cientista francês começou a utilizar este nome para suas obras.

Totalmente convencido sobre a originalidade do fenômeno das mesas giratórias, o espiritismo Allan Kardec começou a surgir. A comunicação do estudioso com os irmãos desencarnados se estreitou ao longo de vários contatos e ele resolveu utilizar o canal de comunicação como uma forma de buscar respostas para os mais diversos enigmas com relação à vida após a morte.

espiritismo Allan Kardec

Durante reuniões mediúnicas Kardec em sua comunicação com um espírito amigo fez uma série de perguntas obtendo respostas inéditas até aquele momento sobre o mundo espiritual. As comunicações foram permitidas pelas leis divinas e a compilação de respostas gerou o primeiro livro publicado sobre o espiritismo com autoria de Allan Kardec: O Livro do espíritos.

Não se sabe ao certo quantas reuniões foram necessárias para o espiritismo Allan Kardec gerar a primeira obra literária publicada sobre o tema no mundo. Até o ano de 1857 outros estudos e ensaios sobre os fenômenos relacionados aos espíritos já haviam sido publicados, mas nunca um totalmente focado no espiritismo o qual conhecemos hoje.

O Livro dos Espíritos e o espiritismo Allan Kardec

O Livro dos Espíritos é a primeira obra da doutrina espírita. Allan Kardec publicou posteriormente mais quatro livros somando assim o conhecido pentateuco do espiritismo Allan Kardec. Mesmo tendo chegado nos espaços públicos timidamente, a publicação causou uma revolução.

A obra a soma 1011 perguntas e respostas feitas aos espíritos e respondidas de acordo com as permissões divinas. A leitura do Livro dos Espíritos deixa claro que algumas informações  ainda não são da condição humana conhecer. Mas muitas revelações importantes foram feitas através dessa obra que até então não eram de conhecimento público.

Acredita-se que o autor tenha passado dois anos para analisar todo seu material e organizar a obra. As reuniões com os espíritos de luz desencarnados foram intermediados pelos médiuns Caroline e Julie Boudin, com apenas 14 e 16 anos. Posteriormente também participaram do trabalho Ermmance Defaux (autora do livro sobre Joana D’Arc)Com apenas 14 anos e Celine Japhet, com 18 anos na época.

Atualmente a idade dos médios não seria de suma importância porque já conhecemos a capacidade de comunicação com os irmãos de fé espírita desencarnados de algumas pessoas que é muito mais aguçada que em outras. Mas estamos falando do século 19 quando espiritismo ainda não era popular. Médiuns adolescentes sem qualquer conhecimento sobre as vivências narradas pelos espíritos ajudou a tornar a obra ainda mais forte e relevante após a sua publicação.

O espiritismo Allan Kardec e o Livro dos Médiuns

A importância do Livro dos Espíritos para o espiritismo Allan Kardec nunca foi questionada. Até aquele momento nenhuma obra reúne as respostas diretamente dos Espíritos sobre como seria o mundo depois de abandonar o corpo material. Mas ainda era necessário coordenar como seriam as reuniões para obter mais conhecimento. Ou uma comunicação para ajuda de ambos os lados tanto encarnados dos desencarnados.

Eis que foi publicada dois anos depois do Livro dos Espíritos uma das obras mais vendidas do mundo também sobre o espiritismo Allan Kardec, O Livro dos Médiuns. Também de autoria de Allan Kardec, a obra é uma compilação dos conhecimentos necessários para um médium exercer a sua função, considerada um privilégio no plano espiritual. Este é um livro crucial para quem quer trabalhar como um médium em um centro espírita.

O Evangelho Segundo o Espiritismo

Ao contrário do que alguns pensam o evangelho não é a Bíblica do espiritismo. É um livro guia para entender um pouco mais sobre a vivência espírita entre os irmãos de fé. Faz uso de parábolas da própria Bíblia Sagrada. Afinal, são citações de Jesus Cristo, o maior médium que já existiu na humanidade.

Os demais livros do pentateuco de Allan Kardec são:

  • O Céu e O Inferno
  • O Que É Espiritismo
  • A Gênesi

Por que Alan Kardec e não outra pessoa?

Muitas pessoas possuem a capacidade de se comunicar com um espírito através de sua mediunidade, como explica o Livro dos Médiuns também de autoria de Allan Kardec. Logo, muitas pessoas poderiam ter escrito o pentateuco, as obras mais importantes do espiritismo Allan Kardec. E muito Já foi questionado de porque ser o francês o escolhido e não outra pessoa.

Essa pergunta na verdade não tem resposta. Por muitos anos os espíritos procuraram um espaço para revelar as suas verdades sobre o mundo superior. As colônias, o umbral e o verdadeiro sentido da existência na terra. A relevância social dos estudos de Allan Kardec em outras áreas pode ter sido um fator importante para os espíritos o terem escolhido para revelar grandes segredos para humanidade e não outra pessoa.

espiritismo Allan Kardec

O escritor também se mostrou disposto a revelar a verdade de uma forma diferenciada de seu meio social. É preciso analisar a sociedade da época para entender que era necessário esse tipo de verdade ter sido publicada. Sempre com uma pessoa com relevância em suas publicações anteriores para ajudar na veracidade dos fatos divulgados pelos médiuns. Talvez sendo outro escritor a obra passasse despercebida.

O momento histórico vivido pela sociedade também conta para o espiritismo Allan Kardec ter tido sucesso e se difundido rapidamente. Depois de anos vivendo entre o catolicismo e a religião protestante chegou o momento de serem reveladas algumas verdades.  Todas quanto ao conceito de céu e inferno e vida após a morte. A sociedade estava apta a abrir os olhos como nunca esteve e Kardec aproveitar esse momento único para publicar as suas obras e difundir a filosofia espírita a redor do mundo.

O espiritismo Allan Kardec não foi aceito tão facilmente

Hoje encontramos facilmente nas livrarias o pentateuco publicado originalmente no ano de 1800. O áudio book espírita da Revista do Espiritismo publicado em 1865 em sua primeira edição também está disponível online em diversos sites. A facilidade de encontrar material sobre o espiritismo kardecista acontece porque a sociedade já está aberta aos conhecimentos da religião. Nem sempre foi assim e houve uma enorme batalha filosófica por trás da aceitação do espiritismo.

Logo após a publicação do Livro dos Espíritos 300 edições da obra foram compradas por Maurice Lachâtre. Um filósofo influente e pensador francês para serem entregues em Barcelona. Os livros foram censurados pela Igreja Católica. Não foram permitidos de circular em na cidade ao que ficou conhecido como Auto da fé em Barcelona.

A Igreja Católica já possui há muitos anos uma lista de livros proibidos para leitura entre os seus fiéis. Conhecida pelo nome Index Librorum Prohibitorum. No dia 1 de Maio do ano de 1864 a igreja emitiu um comunicado e anexou a sua lista de proibidos O Livro dos Espíritos. Atualmente essa lista não é mais divulgada e nem propagado entre os fiéis católicos. Mas, ainda assim, o Livro dos Espíritos continua por lá.

Muitas igrejas protestantes também proibiram a seus fiéis a leitura dos livros de Kardec no século 19. Por muitos anos eram livros considerados endemoniados. Com o passar dos anos foram ganhando relevância social e vistas com bons olhos pela sociedade. Pouco a pouco se tornaram populares. Uma enorme ajuda do médium Chico Xavier e seus estudos para provar a mediunidade por meio de fotografias e ondas de rádio ajudou a tornar a religião popular no Brasil.

A morte de Allan Kardec e boatos sobre o seu suicídio

Algumas fontes duvidosas já divulgaram na mídia que os longos anos de estudo sobre espiritismo Allan Kardec o levaram ao suicídio.  A ideia teria sido lançada baseando-se no fato de Kardec ter ficado obcecado pelos espíritos de luz. De tal forma que seu desejo se tornou grandioso e incontrolável de se juntar a eles.

espiritismo Allan Kardec

A informação não é verídica. Relatos históricos  tratam falecimento de Alan Kardec como causado por uma ruptura de um aneurisma. O grande autor e pai do espiritismo moderno faleceu em casa aos 65 anos de idade. Em seu tempo de vivência na Terra não existiam exames computadorizados e tão modernos como atualmente. Tudo para detectar um aneurisma e evitar o seu rompimento abrupto. Sua morte prematura e inesperada foi considerada uma perda inestimável para a ciência e o espiritismo.

A uma certidão de óbito de Léon Hippolyte Denisart Rivail informando sobre o seu falecimento às duas da tarde em uma residência em Paris. O seu corpo foi encontrado pelo seu empregado doméstico e fiel companheiro de longa data. O empregado rapidamente formou as autoridades sobre o estado de Kardec e uma autópsia foi feita posteriormente.

Para entender mais sobre a doutrina espírita, clique aqui.

shadow-ornament



Entrar Para O Grupo De Membros

 seta-direitaQuero Testar! Ouça Agora e Assine! - Novos artigos e lições transformadoras!!

trofeuSou Leonardo, idealizador do Blog Canoro e quero reiterar meu convite.
Além dos artigos do blog, que são baseados nas dúvidas da nossa comunidade, temos artigos espíritas em áudio também, trechos dos livros de Allan Kardec.

  • Toda segunda-feira um resumos dos novos artigos do Portal Espírita Canoro.
  • Lições exclusivas de livros de Allan Kardec em áudio.

Conhecimento, Evolução, Aprendizado

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

arrow
shadow-ornament


Referências:

  • Livro dos Médiuns
  • Livro dos Espíritos
  • O Evangelho Segundo o Espiritismo
0 votes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.