Dá para saber quem eu fui na vida passada data de nascimento?

//Dá para saber quem eu fui na vida passada data de nascimento?

Quem eu fui na vida passada data de nascimento? Não é possível saber a data de nascimento de uma reencarnação ainda ocupando um corpo material mas há motivos sérios para isso.

quem eu fui na vida passada data de nascimento

Ao descobrir sobre a reencarnação é muito comum ter interesse em saber sobre quem eu fui na vida passada data de nascimento. É senso comum querer conhecer um pouco mais do seu passado, se foi alguém importante, de posses, ou um simples plebeu mas de bom coração. Infelizmente naturalmente o homem não tem capacidade para tal conhecimento.

Saber Mais

Por que não conseguimos lembrar de vidas passadas?

Não é incomum ou tão pouco pecado questionar porque não lembramos de quem eu fui na vida passada data de nascimento. A resposta é bem simples: Deus não julgou necessário. Não seria sábio a uma mente tão simples quanto a humana saber sobre experiências anteriores. Elas poderiam interferir no presente.

O cérebro humano é complexo e isso é sabido de todos. Mas não tão complexo assim porque ainda somos seres com atitudes e pensamentos baseados no sentimentalismo. E saber  quem eu fui na vida passada data de nascimento poderia interferir de diversas formas na experiência atual. Sobre isso os espíritos comentam em O Evangelho Segundo o Espiritismo:

“É em vão que se objeta o esquecimento como um obstáculo no sentido que se possa aproveitar as experiências das existências anteriores. Se Deus julgou conveniente lançar um véu sobre o passado, é porque isso devia ser útil. Com efeito, essa lembrança teria graves inconvenientes; poderia, em certos casos, nos humilhar estranhamente, ou exaltar o nosso orgulho, e, por isso mesmo, entravar o nosso livre arbítrio; em todos os casos, traria uma perturbação inevitável nas relações sociais”.

Enquanto espíritos os sentimentos são presentes mas não aflorados como enquanto seres humanos encarnados. Ocupando este planeta e um corpo material, uma das condições é manter os sentimentos sempre presentes. E saber sobre vidas passadas poderia atrapalhar alguns julgamentos.

Por que não conseguimos lembrar de vidas passadas?

Mesmo sem saber sobre condições de reencarnações anteriores algumas pessoas já sofrem com informações de sua experiência atual por longos anos e passam por momentos perturbadores. Alguns se sentem mal e infelizes porque perderam uma grande oportunidade de emprego. Como seria saber que foi rico em uma vida anterior e hoje enfrenta uma situação de pobreza extrema? E como seria o perdão sabendo que sua esposa na verdade foi uma grande assassina e responsável pela morte de seus pais em outra encarnação?

Enquanto moradores do planeta Terra estamos em estágio intermediário de evolução. Já conhecemos muito sobre a doutrina e as verdades relevadas no plano espiritual, mas não o suficiente para conviver em harmonia com informações tão importantes. Saber quem eu fui na vida passada data de nascimento pode ser responsável por uma mudança total de conduta.

Muitas situações podem acontecer as quais atrapalhariam a evolução moral. Alguns encarariam muito bem enquanto outros deixariam de agir naturalmente em busca de reparar erros especificamente. Não seria uma atitude natural, por exemplo, dar esmolas quando se sabe o quanto isso é necessário naquela encarnação. Saber do passado e do futuro nunca foi algo positivo para o homem.

Informações de vidas passadas podem ser reveladas, mas não de forma precisa

Existem muitos casos de saber quem eu fui na vida passada data de nascimento e até dados mais precisos como quem foi seu filho, onde viveu e como. Nem todos lembram mas de fato a lembrança pode surgir de forma natural. Não é uma fatalidade, apenas uma permissão da equipe espiritual porque se fez necessário naquele instante e aquela informação.

O Livro dos Espíritos de Allan Kardec aborda o assunto na pergunta de número 395. A pergunta do escritor é: “Podemos ter algumas revelações sobre as nossas existências anteriores?”. A Reposta dos espíritos é bem clara: “Nem sempre. Muitos sabem, entretanto, o que foram e o que fizeram; se lhes fosse permitido dizê-lo abertamente, fariam singulares revelações sobre o passado.”

Um dos exemplos clássicos sobre tais lembranças é as conversas entre Chico Xavier e seu mentor desde a adolescência, o espírito Emmanuel. Eles já possuíam uma longa história juntos e este seria o momento de retomar o contato para belas obras. Conviveram em outras vidas e a afinidade os fez se tornarem amigos mais uma vez.

Informações de vidas passadas podem ser reveladas, mas não de forma precisa

Muitos espíritos de luz fazem revelações em meio de encontros mediúnicos quando julgam necessário. Podem ser em centros espíritas ou não, vai também do merecimento de cada um. Caso seja importante ou não influencie em decisões futuras alguns acontecimentos passados podem ser revelados.

Há alguns casos relatados na Revista do Espiritismo sobre isso. Pode ser revelado a uma mãe que seu filho que tanto a hostiliza foi na verdade um grande inimigo social em vidas passadas. Voltou para se redimir de seus erros e a convivência entre ambos é necessária.

Também já houveram relatos de visões sobre pecados anteriores para espíritos em estágio de evolução. Assim a pessoa encontra na revelação mais força para continuar sua jornada. Quando é necessário a informação virá. É preciso confiar na equipe espiritual.

Posso saber quem eu fui na vida passada data de nascimento?

A informação precisa sobre uma vida passada está gravada no perispírito, nossa memória além do corpo material. Todas as suas reencarnações nunca foram apagadas, apenas não conseguem ser decifradas pelo cérebro humano. Ao desencarnar elas voltam de forma clara e precisa.

Enquanto ser imortal e de energias o espírito consegue relembrar todos os dados precisos de outras vidas. Essa visão clara lhe ajuda a compreender a trajetória rumo ao desenvolvimento moral. Ao desencarnar e passar pelo período de adaptação todas as memórias são apresentadas como se sempre estivessem ao alcance.

Posso saber quem eu fui na vida passada data de nascimento?

Assim como eu saberei quem eu fui na vida passada data de nascimento você também terá essa lembrança clara ao abandonar o corpo. Todas as reencarnações de planetas, tipos de vida, suas experiências como pessoa de boa ou má índole voltam à tona. É por isso que alguns planos futuros são traçados no plano espiritual, quando se tem real ciência dos seus atos.

Como não existe um limite máximo ou mínimo de reencarnações as lembranças acumuladas são numerosas. Para o cérebro humano há uma limitação de como essas memórias se apresentariam, em alguns casos em confusão com fatos reais. São muitos os casos de pessoas com lembranças muito nítidas de outra reencarnação entrarem em loucura.

É possível saber a data de nascimento de uma futura encarnação?

Quando se fala de reencarnação alguns conceitos são certos. Um deles é que se o espírito ainda precisa evoluir ele pode voltar a ocupar um corpo material para passar por espiações e provas. Pode demorar alguns anos, séculos ou milênios. A contagem de tempo terrena é diferenciada da do plano espiritual. Na Terra o tempo é contado a partir das voltas em torno do astro maior do sistema planetário o qual nos encontramos, o sol. No mundo dos espíritos não.

Infelizmente não se pode saber qual a sua próxima data de nascimento porque os planos futuros são incertos. Não existe um destino traçado como alguns líderes religiosos pregam. Neste momento é possível saber quem eu fui na vida passada data de nascimento mas não quem será.

Isso acontece porque nosso futuro é traçado no plano espiritual e ainda assim não é um caminho pré determinado. Não há afirmação se você irá casar, ter filhos e viver com seu inimigo para reparar os erros. Pode ser um plano traçado anteriormente com a equipe espiritual. Como temos o livre arbítrio, quando encarnados podemos fazer novas escolhas. Até melhores para o aprendizado ou infelizmente não tão boas.

É possível saber a data de nascimento de uma futura encarnação?

Em concordância com a equipe espiritual de mentores é possível determinar alguns pontos da próxima reencarnação. Pode-se querer nascer próximo de uma pessoa a qual fez muito mal para reparar erros de outras vidas, o que é bem comum. Também pode-se pedir para vir amputado para pagar por pecados anteriores em busca da evolução moral. Mas como esse caminho vai ser traçado depende de cada um em sua experiência como encarnado.

Por conta de escolhas as quais fizemos no plano espiritual é que não podemos julgar um irmão encarnado em sofrimento. Ele pode ter pedido por este tipo de cenário e com isso está em seu aprendizado moral. Claro, o sofrimento é desolador mas necessário.

Acredite: Deus não dá a seus filhos e criações o sofrimento e nem aplica punições. É do livre arbítrio de cada um e não cabe a nós julgar. Na pergunta de número 171 do Livro dos Espíritos os irmãos desencarnados falam sobre isso. “Sobre a justiça de Deus e a revelação, pois não nos cansamos de repetir: um bom pai deixa sempre aos filhos uma porta aberta ao arrependimento.”.

O apego à matéria de outras vidas pode causar problemas atuais

O grau de instrução de um espírito pode deixar claro alguns vícios de uma reencarnação anterior. Isso é chamado de “apego a matéria”. Quando estamos tão ficionados por algumas ideias e costumes terrenos é comum mostrarmos o desvio de índole em reencarnações futuras. Até mesmo a psicanálise já se voltou ao assunto para tentar reparar erros de personalidade.

Em um consultório do estado de Minessota, nos Estados Unidos, uma paciente não conseguia se conformar com o fato de sua irmã ter casado com um vizinho. Ela tinha um enorme apego por ele, julgando ser paixão e isso atrapalhou sua vida durante anos. Era visto como cobiça, inveja e ódio e isso a levou a fazer terapia para tentar seguir em frente na vida amorosa.

Uma sessão de regressão com o médico mostrou que na verdade a moça já foi esposa do seu vizinho em outra encarnação. Teve seu marido traído por uma amiga, hoje sua irmão e guardou a mágoa de forma profunda. Não conseguiu reparar o erro e mostrou nitidamente não aceitar o casamento agora.

O apego à matéria de outras vidas pode causar problemas atuais

Alguns comportamentos humanos podem ser explicados por vidas passadas e apego ao corpo material. É o caso de homens com desvio de conduta em outras vidas continuando com o mesmo vício. Sempre é assim? Não. A análise deve ser muito criteriosa e realizada apenas por profissionais com profundo conhecimento da doutrina espírita.

É muito comum atribuir a um problema de comportamento atual o conhecimento de quem eu fui na vida passada data de nascimento. Médicos sem estudo aprofundado da doutrina geram diagnósticos imprecisos e muitas vezes nem acreditam nele e jogam tudo na vida passada supondo ajudar o paciente. É um dos grandes problemas enfrentados pelo espiritismo na modernidade. Tudo é voltado para obsessão ou influência dos irmãos desencarnados quando na verdade é um diagnóstico preconceituoso (na maior parte das vezes) e impreciso.

Podem sim comportamentos antigos de encarnações influenciarem na encarnação atual. Mas isso não acontece sempre e em muitos casos é completamente reversível com o estudo da doutrina.

Como saber quem eu fui na vida passada data de nascimento?

O ideal é acreditar no trabalho da equipe espiritual e nas providências divinas. Se não foi revelado naturalmente há bons motivos e eles não devem ser mexidos. Esperar naturalmente as informações é a melhor forma de saber  quem eu fui na vida passada data de nascimento com naturalidade e sem causar perturbações mentais.

Mas caso haja um enorme interesse, em uma próxima consulta mediúnica pode ser pedido ao irmão desencarnado alguma informação. Se for do merecimento será revelado. É preciso aceitar a resposta dos irmãos de fé espírita dentro da reunião e sempre nas decisões divinas.

Como saber quem eu fui na vida passada data de nascimento?

Quando há a necessidade pode vir em sonho, por regressão mental feita com profissional da área ou em contato com um irmão desencarnado. Da mesma forma como eles podem não contar revelações sobre o futuro, podem não achar prudente saber quem você foi antes de ser um pai de família com dois filhos, por exemplo.

É preciso aceitar a complexidade da informação com parcimônia. Se em apenas uma vida há tantos arrependimentos e coisas a serem aprendidas, quem dirá sabendo de várias outras? O passado já foi realizado e não há como voltar. Há apenas a necessidade de melhorar as atitudes para acontecimentos futuros. São as experiências de hoje que contam e não decisões tomadas há milênios.

Para conhecer mais sobre a doutrina espírita, acesse nosso site.

shadow-ornament



Entrar Para O Grupo De Membros

 seta-direitaQuero Testar! Ouça Agora e Assine! - Novos artigos e lições transformadoras!!

trofeuSou Leonardo, idealizador do Blog Canoro e quero reiterar meu convite.
Além dos artigos do blog, que são baseados nas dúvidas da nossa comunidade, temos artigos espíritas em áudio também, trechos dos livros de Allan Kardec.

  • Toda segunda-feira um resumos dos novos artigos do Portal Espírita Canoro.
  • Lições exclusivas de livros de Allan Kardec em áudio.

Conhecimento, Evolução, Aprendizado

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

arrow
shadow-ornament


Referências:

  • Revista Espírita
  • Livro dos Espíritos

0 votes
2017-08-14T16:16:50+00:00
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Reforma Íntima DEFINITIVO