Saiba quem você foi na sua vida passada

//Saiba quem você foi na sua vida passada

A curiosidade de saber quem você foi na sua vida passada leva muitos a estudar. A busca por desvendar os mistérios da reencarnação é da condição humana e desnecessária para os espíritos evoluídos.

Um dos princípios básicos da doutrina espírita é compreender a eternidade do espírito. Independente de qual corpo material ocupar e por quanto tempo, o espírito é eterno e terá infinitas vidas. Quantas necessárias para o seu processo evolutivo se consolidar. E sabendo disso é comum ter interesse em saber quem você foi na sua vida passada.

Saber Mais

Por que você não lembra quem você foi na sua vida passada?

A curiosidade sobre o passado, presente e futuro é um dos grandes motivadores do homem. Também o responsável pelo avanço tecnológico, médico e científico ao longo dos anos. É inegável ser a curiosidade beneficiadora da evolução da humanidade. Se hoje podemos curar doenças com um pequeno comprimido ou algumas gotas de um líquido amargo, devemos ao desejo de saber mais do homem.

Entre os anseios do homem está o desejo gigante de saber quem você foi na sua vida passada. Por que? Porque queremos sempre saber mais sobre nossa existência e compreender alguns traços comportamentais. A psicanálise é uma área científica muito focada em estudos de vidas passadas para tentar compreender desvios de personalidades atuais.

Por que você não lembra quem você foi na sua vida passada?

Mas, para o espiritismo, esta compreensão por completo poderia trazer alguns problemas. Por isso não conseguimos relembrar com clareza. Algumas pessoas não recordam nenhuma experiência de vidas passadas, enquanto visualizam algumas imagens em sonhos ou momentos de clareza por motivos diversos.

Por que não recordar?

A explicação para não recordar quem você foi na sua vida passada está no Livro dos Espíritos. Obra lançada por Allan Kardec em 1985. Hoje a obra é considerada um marco na história da doutrina. A explicação dada ao escritor pelos irmãos desencarnados é não recordarmos por não ser permitido diante de nossas limitações enquanto criações de Deus em processo evolutivo constante.

A necessidade de não haver recordações claras sobre vidas passadas pode ser melhor visualização por meio de exemplificação. Imagine um homem em uma vida sendo torturado por longos anos por seu carcereiro chegando a falecer de fome e frio. Agora imagine o mesmo homem tendo casado com uma mulher a qual ama sendo sua esposa a reencarnação do narrado como carcereiro. A situação no mínimo atrapalharia seu julgamento sobre a personagem na vida atual.

Motivo para a reencarnação

Existem dois motivos para reencarnarmos: evoluir ou ser enviado em missões para ajudar outros irmãos de fé de acordo com os preceitos divinos. A ajuda seria apenas para espíritos evoluídos, sendo a maior parte dos casos a reencarnação permitida para ajudar na melhoria da moral e reparar erros anteriores.

Não temos condições ainda por nosso estágio evolutivo de conviver com os erros anteriores livremente sem interferir na realidade atual. Se estamos aqui para evoluir ainda não alcançamos o estágio de espírito de luz e por isso necessitamos ter as luzes apagadas sobre o passado.

A maior certeza que podemos ter é que se fosse necessário para o processo evolutivo constante você lembraria naturalmente quem você foi na sua vida passada.

Como as vidas passadas podem interferir na vida presente

O motivo de vidas passadas interferirem nas vidas futuras está na evolução moral do espírito. Com nosso livre arbítrio permitido por Deus podemos tomar caminhos os quais não ajudem em nossa conduta moral e sofrer as consequências de nossas decisões. E algumas experiências são tão traumatizantes a ponto de deixar o espírito muito perturbado.

Como as vidas passadas podem interferir na vida presente

Não voltamos prontos para uma reencarnação e nem completamente evoluídos. Mas de nada adiantaria continuar no plano espiritual sem passar por experiências e reparar os erros de vidas passadas e por isso necessitamos voltar. Se há um desejo de reparar o erro e espírito compreender a sua condição inferior de aprendiz, é permitir reencarnar mais uma vez. Mas nem sempre este processo é perfeito a ponto da volta ser plena em decisões acertadas e sem falhas.

Acredita-se que quem você foi na sua vida passada pode interferir em outras vidas pelo apego à carne. Pessoas extremamente materialistas tendem a ser inconformados com a condição de pobreza. Podem ter escolhido esta vivência para reparar erros passados. Mas a adaptação não é fácil.

Regressão permite saber quem você foi na sua vida passada

A ciência já se voltou ao assunto por acreditar que saber quem você foi na sua vida passada pode ajudar a solucionar muitos problemas mentais. A relação entre o corpo material e o espírito jamais foi ignorada pela espiritualidade e é sabido o quanto podemos nos apegar a apenas uma vida, podendo causar problemas em outras vivências também.

Regressão permite saber quem você foi na sua vida passada

Psiquiatras seguidores da doutrina espírita ou doutrinas semelhantes acreditam no processo de regressão para curar traumas e até descobrir a causa de doenças mentais. Sabendo a fonte seria mais eficiente tratar o problema e muito mais rápido, sem a necessidade em muitos casos de medicação forte e com efeitos colaterais severos.

O psiquiatra Ian Stevenson, na Universidade da Virgínia, nos Estados Unidos, é um dos estudiosos mais focados no assunto. Já publicou uma série de livros acreditam estar na regressão a fonte de cura de muitas doenças mentais.

O processo

A regressão consiste em um processo de relaxamento induzido da mente a ponto de deixar os pensamentos vagarem. Por meio de hipnose os psiquiatras conduzem a volta ao passado em zonas escuras as quais não recordamos com clareza no dia a dia por haverem memórias mais próximas e zonas mais acima. É vasculhar a mente em busca de memórias muito antigas a ponto de passarem como sonhos.

No processo regressão o espírito deixa à tona memórias muito antigas e em alguns casos de vivências anteriores. Analisando a condição social do indivíduo em outra vida pode-se explicar comportamentos atuais. Um dos exemplos citados por Ian Stevenson é um de seus pacientes não conseguir viver bem com seu filho. Na verdade ele foi um grande inimigo em uma vida anterior e a ausência de afinidade estava atrapalhando.

Mas como tudo relacionado à espiritualidade nada é uma ciência exata. Não existe como analisar, com certeza, se um caso de um homem homossexual seria, por exemplo, motivado por uma não adaptação ao corpo atual. Porque em outra vida ele ocupou um corpo material do sexo feminino. Esta é uma das hipóteses de muitos da psicanálise para explicar a homossexualidade.

Os riscos do processo de regressão

O importante antes de ser movido pela curiosidade de quem você foi na sua vida passada é compreender que, se fosse necessário relembrar todo o passado espiritual, seria permitido de forma simples.

Como seres em processo em evolução a informação em detalhes de experiências anteriores podem causar traumas atuais. A regressão permite em muitos casos vivenciar mais uma vez um grande acontecimento de outra vida e isso deixa rastros.

Os riscos do processo de regressão

Até hoje (e estamos bem evoluídos no assunto) os cientistas não dominaram a complexidade do cérebro humano. Muito já foi desvendado. Mas não sabemos como podemos lidar com as emoções, memórias anteriores e como isso pode afetar a vida presente. É preciso ter cautela ao tentar navegar em conhecimentos de quem você foi na sua vida passada.

O espiritismo e as doenças mentais: cuidado com os diagnósticos

Os kardecistas seguidores da doutrina costumam ser bem cautelosos quando explanam sobre o assunto em reuniões públicas nos centros espíritos. A relação entre ciência e religião ainda caminha para a evolução. Algumas análises sobre doenças mentais e sua relação com o mundo espiritual não são compreensíveis para a mente humana e suas limitações.

O espiritismo e as doenças mentais: cuidado com os diagnósticos

Os leigos e principiantes na doutrina espírita costumeiramente apontam a relação com quem você foi na sua vida passada como doença mental. É um enorme erro partir para esta análise. Até mesmo os especialistas no assunto, com longa data de dedicação em estudos da área, não conseguem afirmar com precisão esta relação existir.

Ações na vida atual são as grandes responsáveis por muitos traumas criados e insatisfação com a condição presente. Nem tudo pode ser relacionado ao espiritismo, influência mediúnica ou quem você foi na sua vida passada. A indicação é ler sempre os livros do pentateuco em busca da verdade revelada pelos irmãos desencarnados. Assim como jamais partir para uma análise simplista que uma pessoa com doenças mentais é médium perturbada ou a razão da condição clinica atual possui relação com suas vidas passadas.

No plano espiritual é possível saber quem você foi na sua vida passada

Explicando de uma forma simplista o nosso espírito possui memória tão consistente e segura como um disco rígido de computador. Os dados ficam gravados para toda a eternidade e com isso não se apagam as informações de quem você foi na sua vida passada. Após o desencarne, quando o espírito parte para o mundo espiritual, as lembranças voltam.

No plano espiritual é possível saber quem você foi na sua vida passada

Não é um processo rápido. Assim que desencarnar conseguimos lembrar de todas as vivências passadas. Ao abandonar o corpo material o espírito passa por um processo de adaptação. São muitos anos (na contagem terrena, em outros mundos o tempo possui outros tipos de contagem) com um corpo e vícios humanos. Aos poucos são abandonadas manias como a necessidade de alimentar para passar a ter uma rotina plena de desencarnado.

Enquanto o espírito está se adaptando a não ter mais necessidades fisiológicas os limites da mente vão se expandindo. Sem cérebro e sua memória limitada é possível lembrar aos poucos de experiências anteriores em outros mundos. Com parentes de carne diferenciados e até recordar traumas antigos.

Fatores influenciadores

A capacidade de recordar quem você foi na sua vida passada e o tempo que isso leva depende de cada um. Um dos fatores influenciadores é o apego à carne, ao corpo material. Muitos espíritos passam por um longo período de sofrimento (séculos na contagem terrena) adaptando-se a uma existência apenas de limitações morais e divinas.

Um grande exemplo da literatura como leitura espírita para iniciantes é o livro Violetas na Janela, do espírito Patrícia. A irmã desencarnada passa por um processo tranquilo. Mas intenso de se livrar de suas necessidades físicas e adaptar-se à sua vida na colônia após o desencarne ainda jovem.

Quem ama muito o corpo, suas riquezas e necessidades carnais pode sofrer bastante ao descobrir não necessitar de nada disso no mundo dos espíritos. Afinal, tanta avareza e trabalho árduo de nada adiantando no mundo espiritual. Irmãos desencarnados evoluídos estarão prontos para ajudar. Ajudarão a relembrar tanto quem você foi na sua vida passada como no processo de adaptação.

Sonhos podem mostrar imagens de quem você foi na sua vida passada e em muitos casos são até encontros.

Saber quem você foi na sua vida passada é desnecessário para espíritos evoluídos

Hoje como espírito em estágio de evolução parece difícil de acreditar que em algum momento ninguém vai querer mais saber quem você foi na sua vida passada. Quando o corpo material é abandonado muitas necessidades desaparecem e muitas delas são relacionadas com a curiosidade.

Um grande exemplo está na necessidade de um irmão, momentos depois de desencarnar, querer voltar para rever seus entes queridos ainda encarnados. Os espíritos evoluídos desfrutam do desejo de ir e vir para a Terra. Mas não o fazem. O motivo? A compreensão da condição de espírito eterno.

Quando compreendemos muito mais sobre o espiritismo e os preceitos e permissões divinas os desejos enquanto homens em evolução somem. Entendemos que os laços de sangue de pai, mãe e irmão são apenas convenções ao ocupar um corpo. Pois todos somos irmãos e criação de um mesmo pai. Logo, nossos laços são eternos e durante as reencarnações temos muitos pais e muitas mães.

Saber quem você foi na sua vida passada faz parte desta lista de necessidades. Não apenas porque você lembrará de tudo quando abandonar o corpo. Mas também porque aprenderá a importância dos erros e acertos de vidas passadas e do processo de evolução moral. Não será necessário saber de mais nada, apenas viver na plenitude ao lado de outros espíritos de luz.

Clique aqui e saiba mais sobre a doutrina espírita.

shadow-ornament



Entrar Para O Grupo De Membros

 seta-direitaQuero Testar! Ouça Agora e Assine! - Novos artigos e lições transformadoras!!

trofeuSou Leonardo, idealizador do Blog Canoro e quero reiterar meu convite.
Além dos artigos do blog, que são baseados nas dúvidas da nossa comunidade, temos artigos espíritas em áudio também, trechos dos livros de Allan Kardec.

  • Toda segunda-feira um resumos dos novos artigos do Portal Espírita Canoro.
  • Lições exclusivas de livros de Allan Kardec em áudio.

Conhecimento, Evolução, Aprendizado

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

arrow
shadow-ornament


Referencias:

  • Revista espírita
0 votes
2017-06-19T12:49:08+00:00

New Courses

Informações para Contato

Rua Joaquim Batista Junior, 179 / 201, Názia, Vespasiano - MG

Mobile: +55.31.99696-4049

Web: Canoro Audiobook

Artigos Recentes

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Reforma Íntima DEFINITIVO